Videoclipe e Animação Stop-Motion na Oficina de Vídeo de Fevereiro

Na primeira oficina de vídeo de 2020, no mês de fevereiro, com a lotação máxima da turma, foram realizados dois projetos de vídeo: um videoclipe experimental e uma animação Stop-Motion de curta duração.

Na foto, a galera está reunida em grupos para decidir os conceitos dos projetos que irão realizar

O desafio foi grande, porque a turma era heterogênea, com diferentes faixas etárias, interesses e objetivos. Porém, na Oficina de Vídeo precisamos trabalhar em equipe, encontrar interesses em comum e usar o melhor de cada pessoa para realizar uma obra audiovisual. No vídeo podemos ver a empolgação da @ana_vieira já querendo colocar todas as ideias no quadro.

Videoclipe Experimental

O videoclipe foi desenvolvido pensando na rotina de uma pessoa normal, costurada pela trilha sonora que se alterna no decorrer do dia, invocada pela sensações que a personagem principal experiencia.

Aluno Rafael Mujica foi quem trouxe o conceito do Videoclipe.

No dia da gravação, a equipe se reuniu com uma hora de antecedência, já com a ordem que as cenas seriam gravadas definidas. Começaram por uma cena do meio do filme, depois gravaram a cena final e por último gravaram a cena 1. Isso porque priorizaram uma cena que precisava do por do sol, e deixaram para depois as que não faria diferença que momento do dia seria gravado.

Primeira cena – a prioridade era a personagem pegando ônibus no pôr do Sol (pra na verdade parecer o nascer do Sol)
Uma equipe coordenada é tudo! Trabalho em equipe, com objetivo e propósito chega aonde quer, principalmente no cinema.

Com todas as imagens do videoclipe captadas, a equipe se reuniu, assistiu tudo e tomou nota das melhores tomadas de cada cena. Assim, sabiam exatamente quais arquivos de gravação usar para montar seu vídeo final.

Videoclipe sendo exportado – Primeiro corte

Stop-Motion

Quando o grupo da oficina de vídeo que fez a animação stop-motion se reuniu, sabiam que queriam usar a tradicional técnica de animação aliada com efeitos de chroma-key. Partindo desse princípio, realizaram um brainstorm para decidir algumas cenas e optaram pelo seguinte enredo: um personagem assiste a programas de televisão e constantemente troca de canal até se irritar com o pronunciamento de um político conhecido.

Para gravar um stop-motion é necessária muita pré-produção. A equipe da oficina de vídeo de fevereiro que optou por usar essa técnica sentiu na pele a dificuldade em captar imagens usando essa técnica

No fim, a galera do stop motion conseguiu gravar tudo que precisavam de imagens, graças também ao aplicativo para android Studio Stop-Motion. Nas fotos, um pouco de como foi o processo de captação das imagens.

Foto que o aluno Rafael Mujica tirou da gambiarra feita pelo prof joaorlazaro para gravar animação com formas planas.

Na fase de edição do stop-motion, as dificuldades ainda estavam persistiam. Agora a equipe precisava aprender como transformar as fotos, tiradas em fundo verde, em montagens com fundos personalizados. Apesar de tudo, os integrantes do grupo conseguiram um bom resultado.

Mais um clique do aluno Rafael Mujica

Se a galera faz tudo sozinha, pra que serve o professor da oficina?
Na real, o papel dele é de facilitador. Ele explica as dinâmicas e métodos que ajudam as pessoas a tirarem as ideias da cabeça, colocar no papel, organizá-las em cenas de um pequeno filme, para que possam ser gravadas. Depois de captadas as imagens e sons, ele tá a disposição para ajudar em sua área de especialidade, a edição de vídeos.

Turma de Março está aberta!

Se você ficou com vontade de participar dessa oficina, ou deseja receber informações sobre as próximas atividades da COMUNAVE, clique no link abaixo e responda o formulário:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *